Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desafio de Escrita

Último mandato

15
Mai20

"O que é bom, acaba depressa" - já dizia a minha avó. E assim, num pestanejar, chegámos ao fim desta edição. 

Foram umas boas semanas, mesmo quando nem todos conseguiram manter o ritmo.  Algunsforam perdendo o fio à meada, porque a vida ainda acontece fora daqui e nem sempre se conjuga como gostaríamos. Mas também estiveram os assíduos, que não falharam um tema, por mais disparatado que fosse. 

A todos, sem excepção, agradecemos a adesão, seja do começo dos princípios, do meio ou já perto do fim. 

Não deixem que o final de um desafio vos limite a escrita. Não há nada demasiado parvo, demasiado sério, demasiado "ninguém quer saber" que não mereça a vossa dedicação às palavras. Escrevemos para ser lidos, não sejamos cínicos, mas o que escrevemos deve ser sempre mais nosso, sem filtros fofinhos para agradar aos olhos de quem lê. Também não há mal nenhum nas pausas. Todos precisamos de um tempo de vez em quando. As palavras não morrem, apenas descansam do uso constante que lhes damos. 

Mas bom, chega de saudosismo, para último tema queremos que, em pouco menos ou pouco mais de 400 palavras, sempre na língua lusitana, em verso ou em prosa, nos digam

"Vou ali e já venho".  

Nós vemo-nos ali ao virar da curva. Vamos só ali e já voltamos. 

1 comentário

Comentar post