Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desafio de Escrita

Tema #9 Sarin

11
Nov19

Tenho a pele húmida e quente, ouço sons que parecem de mar… mas onde o mar aqui? E, no entanto, sinto a rugosidade sob o meu corpo semi-nu, como se grãos de areia colados à pele. Tenho dificuldade em concentrar-me, nada recordo, apenas neblina e confusão…

Sim, este poderia ser um começo para o tema desta semana. Mas não. Foi a minha semana, mercê do fortíssimo resfriado que entrou enquanto me preparava para a vacina da gripe. Frio, calor, o peso do planeta na minha fronte... estive dentro de um buraco negro e confirmo, é cor-de-laranja. Ou então eram resquícios do exfoliante usado no duche tentado e que, inadvertidamente, se me colou à pele e acompanhou à cama num destes dias. Ou noites, sei lá eu... enfim, já quase passou.

Os Pássaros que me desculpem o intróito - mas o tema aconteceu.

O texto segue dentro de momentos…

1863_Alexandre_Cabanel_-_The_Birth_of_Venus.jpg

Nada, Viva!

Não tenho ontem.

O lençol desnuda o meu corpo

rolando suave a meus pés

e logo volta

morno manso

- meneios de mar morrendo

na praia onde me avivo.

Afundo a face na areia

e aspiro a cor das ondas

tentando prendê-las

retê-las

para com elas criar uma história neste agora

onde

por memória

tenho a espuma

o nada que me fica na pele.

Nua.

Sem roupa sem passado sem pecado

talvez que o mundo me tenha assim criado

e eu

recém-parida recém-perdida

tenha direito a uma segunda vida para me escrever.

Um nado-vivo no nada

que nada em direcção a tudo

e revive o amanhecer.

 

Nota de roda-desandada: O AO90 vai nu e não deixa memória.

Imagem: O nascimento de Vénus, Alexandre Cabanel (óleo sobre tela, 1875). De domínio público

 

Tema da semana: Acordaste nu, sem te recordar de nada, numa ilha deserta 

Sarin escreve aqui

Acompanha todos os posts deste desafio aqui

Segue-nos na nossa página do facebook