Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desafio de Escrita

Tema #8 Coiso

02
Nov19

Puto, deixa-te de merdas, continua a estudar. Não te preocupes com o bullying, que um dia ainda vais ser tu a rir-te, nunca fazendo o mesmo que te fizeram. E os teus pais amam-te. Dê por onde der, faz-lhes a vida o mais fácil possível, preocupa-te com manteres os bons resultados na escola, divertires-te no andebol e no basquete, cumprires as poucas regras que te impõem e vais ver que a tua vida vai ser tão mais fácil no futuro.

Continua a poupar todos os meses um bocadinho. Se puderes evitar os croissants diários, vais conseguir poupar muito mais. Mesmo sabendo tu que os teus pais têm uma rede por baixo do teu rabo, quanto mais depressa conquistares a tua independência, mais depressa consegues pôr os teus planos em prática, dedicar-te às tuas actividades mágicas e às do sexo oposto que tanto aprecias.

Masturbação não é crime. Conhece bem o teu corpo, compreende bem os sinais que ele te manda. Continua a ver aqueles filmes manhosos e a ler tudo o que te apareça pela frente sobre massagens.

Finalmente… Não te pressiones no sentido de encontrar a mulher perfeita. Primeiro que tudo, ela não existe. Não existem mulheres perfeitas. E deixa-me já rebentar a tua bolha… Tu também és tudo menos perfeito! E não és a Santa Casa da Misericórdia, amiguinho!

Aquela mulher com grandes mamas que te dá uma tesão do tamanho da torre Eiffel sempre que a vês, mas que depois só te fode diariamente a cabeça de cima e menos vezes a de baixo (mesmo que quando vai à de baixo seja um fogo de artifício digno da passagem de ano da Madeira!), não é a mulher certa para ti.

A certa é aquela que te compreende. A que te faz rir. A que te ouve e te apoia, mesmo que te dê na cabeça no processo. Acima de tudo, aquela que, quando a barraca começa a abanar com mais força, larga tudo para estar ao teu lado no que precisares. Essa sim, é a certa. E faz tudo por ela tu também. Fodas incluídas!

Se não a encontrares aos 18, ou aos 25 ou mesmo aos 30, não desesperes. Vai tendo as tuas coisas, os teus casos, os teus namoros inconsequentes, as tuas fodas mágicas e as tuas relações mais ou menos sérias. Quando a mulher certa aparecer, sabe-lo-ás!

Um dia vais agradecer-me, acredita!

Um abraço

 

Tema da semana: Escreve uma carta para a criança que foste

Coiso escreve aqui

Acompanha todos os posts deste desafio aqui

Segue-nos na nossa página do facebook

1 comentário

Comentar post