Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desafio de Escrita

Tema #3 . Silvana

30
Set19

why-complicate-life-write-your-thesis-cell-write-y

O tema desta semana apela a uma escrita mais pessoal. Ao longo da vida somos presenteados por diferentes momentos que nos marcam, quer positivos quer negativos. Podia invocar aqui muitos, mas vou recordar o mais recente: o doutoramento.

Fazer doutoramento não era um objetivo a curto prazo. Era um sonho para ser concretizado mais tarde. Mas a vida gosta de nos pregar partidas e abala com os nossos planos. Em 2012 fiquei desempregada. Fui trabalhando noutras coisas, contudo sentia-me cognitivamente pouco estimulada. Precisava de algo que me fizesse pensar e que fosse desafiante. Tanto pensei que, em 2014 decidi candidatar-me a doutoramento. Tinha algum dinheiro de reserva e pensava candidatar-me a uma bolsa da Fundação para a Ciência e Tecnologia.  

Foi um percurso cheio de buracos no caminho. Caí muitas vezes ao chão, levantei-me outras tantas. Candidatei-me três vezes a bolsa, sem sucesso. Esfolei-me a trabalhar, aproveitava tudo o que me era possível para ganhar dinheiro. Desenvolvi o meu projeto de investigação ao mesmo tempo que colaborava com outros projetos, dava aulas a alunos de mestrado e ganhava outro tipo de experiência profissional. Estive longe de fazer um percurso linear, porém foi cheio de aprendizagens e onde conheci pessoas fantásticas.  

Apesar de todas as dificuldades, o dia da defesa chegou mais depressa do que aquilo que eu estava à espera. É um dia onde as emoções ficam demasiado intensas, em que sentimos que tudo poderá correr muito bem ou muito mal. No meu caso correram muito bem. Ainda com direito a lágrimas, porque a minha orientadora emocionou-se e eu não me consegui controlar. Será sempre uma pessoa que irei recordar para a vida e de quem não quero perder o contacto. Devo-lhe imensas coisas e ser-lhe-ei sempre grata por todas as oportunidades que me proporcionou.

Um dos meus objetivos com o doutoramento era conseguir mudanças na minha vida profissional que me permitissem conquistar a minha total independência (pessoal e financeira). Até ao momento esse objetivo ainda continua por concretizar. Só passaram dois meses desde que terminei, tenho de ser um pouco mais paciente e confiar no futuro. Quero acreditar que as coisas serão diferentes e, num piscar de olhos, a minha independência será conquistada. Nem sempre é fácil manter um espírito otimista, principalmente quando penso em todo o meu percurso e nos sacrifícios implicados e das coisas que abdiquei. Mas lá chegarei.

 

Tema da semana: Uma aventura/momento que te tenha marcado

Silvana escreve aqui

Acompanha todos os posts deste desafio aqui

Segue-nos na nossa página do facebook

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.