Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desafio de Escrita

Pré-desafio #17 - Catarina

07
Set19

Foi com grande entusiasmo que aceitei o desafio dos pássaros. O que me espera? Não sei bem ao certo. Desafios semanais transformados em textos com menos de 400 palavras.

Será que vamos conseguir? Sei que vamos tentar. Espero que tiremos partido destes desafios, Que haja diversão, devaneios e abordagens mais sérias.

Sobretudo espero que consigamos aproveitar a experiência. A eu ver interessa mais o caminho do que o destino final. É assim que encaro estes projeto, um intercâmbio de ideias, uma osmose de crença e cultura. Visões e abordagens diferentes.

Da minha parte espero conseguir respeitar os timings e não sofrer nenhum bloqueio criativo.

 

A Catarina escreve aqui

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #16 - A Gorda

06
Set19

Era uma vez uma Gorda que estava sentada a fazer tarefas enfadonhas, deu consigo a consultar o seu blogue e percebeu que tinha um comentário da Caracoleta. Dizia a bicharoca largadora de matéria viscosa “fiz um link lá para uma coisa de um desafio, havias ver que ias gostar”. A Gorda explicou à bicharoca lenta de casa às costas que não percebia de links e que se estava a ver à rasca para saber da coisa.

Três voltas e meia depois, a Gorda chega à publicação do desafio. Quando lê dezassete semanas pensa “Uatafaque, dezassete semanas? Isso em meses dá quanto?”, mal que assalta a Gorda desde a gravidez, quando toda a gente fala de uma métrica temporal que confunde e baralha, sem que haja um propósito suficientemente fundamentado para esse efeito.

Depois de duas regras de três simples e três teoremas de Pitágoras, a Gorda percebe que são sensivelmente quatro meses, então pensa para consigo “um emprego a tempo inteiro, duas horas de trânsito por dia, cães, casa e filho, estava mesmo a precisar de alguma coisa para me entreter durante um quarto de ano!”.

A Gorda acaba inscrita para júbilo de nenhuma pessoa.

Toda a gente fica infeliz para sempre.

Fim.


A Gorda escreve aqui

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #15 - Fatia

06
Set19

A vida é feita de histórias. Podem ser histórias reais que parecem inspiradas na ficção; podem ser elucubrações que desejamos ardentemente que aconteçam; podem ser histórias que se repetem, chavões da vida; podem ser tão inusitadas que nos arrancam à pacatez dos dias rotineiros e nos entregam às mudanças. Seja como for, cada um de nós tem na sua vida, nos seus desejos, nas suas motivações, histórias, ideias e formas mentais que um dia poderão ver a luz do dia.

Pelos vistos e, pelo menos, para mim, hoje é o dia. 

Propor e propor-me a este desafio - que não nego, poderá até ficar pela metade, como outros - reveste-se de ideal pessoal. Adoro escrever e adoro ler. Quanto mais longe da minha perspectiva, melhor! E para cumprir isto, o que poderia ser melhor do que um desafio de escrita, com pessoas diferentes a pensar sobre um mesmo tema?

Quero elevar-me sobre as páginas brancas e enchê-las de palavras. Pode ser que o voo não seja grande, nem capaz de maravilhar as massas, vais dar-me um gozo do caraças... Ah, lá isso, vai!

 

A Fatia escreve aqui

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #14 - Miluem

06
Set19

Ora bem, principal motivo da minha inscrição no “Desafio da escrita dos Pássaros” …

Na minha opinião, e na do galo que tenho na cabeça, só pode ser ter sido daquela pancada de ontem na prateleira do espelho da casa de banho… pois eu escrevo tão bem como danço … sem tirar nem pôr!

O meu corretor ortográfico está plenamente de acordo com o desafio e, no que depender dele, vai mudar o máximo de palavras que conseguir para as coisas ficarem mais interessantes e em código.

A Miluem escreve aqui

 

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #13 - Alexandra

06
Set19

Porque aceitei participar no desafio? Porque fui obrigada.

Sou pássara, por isso, vi nascer esta ideia.

Fingi que não vi, é certo, mas vi. Virei costas, disse “fui”, acrescentei “não quero”… Já desisti no mínimo sete vezes… de nada me adiantou. Estou no desafio e, já que não tenho opção, estou para ganhar (cabelos brancos, não se ganha mais nada com isto).

Estou muito contente com a adesão que o desafio está a ter e sei que me vou divertir muito a ler os textos dos outros, escrever os meus é que vai estar de chuva, mas isso depois vê-se.

 

A Alexandra escreve aqui

 

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #12 - 3ª face

06
Set19

Mesmo a analisar pro-fun-da-men-te, não sei o que me deu na gana para criar um blog.

É verdade que gosto de escrever mas não acompanho as notícias do mundo…raramente vou a restaurantes…a moda são algumas fotos nas revistas da cabeleireira (que visito duas vezes por ano)…

Todavia, tenho a cabeça cheia de histórias. Umas começadas, outras que ainda nem sabem que existem.

Basta uma faísca, uma palavra e elas rompem, num parto apressado.

Assim sendo, como resistir ao Desafio dos Pássaros?  

Nos dois anos de blog, o que me deu mais prazer foi o Desafio da Escrita: 30 dias, 30 Palavras.

Recordam-se?

Vou repetir a experiência, com o receio de quem volta ao lugar onde foi feliz.

Agora com menos disponibilidade.

Mas com mais experiência.

Não me deixem desistir, ok?

 

A 3ª face escreve aqui
 

 

Pré-desafio #11 - Isabel

06
Set19

Pássaros mandam, aonde nós chegamos…

Apareceram aí uns pássaros, (lembram-se dos do Hitchcock), estes são mais assustadores, e começaram a desafiar quem gosta de escrever, e quem é que gosta de escrever? EU!

Ou seja com tempo ou sem tempo, vou ter que me desenrascar.

Não sou muito de escrever sobre o que os outros querem, por isso mesmo, aceitei este desafio, porque vou-me desafiar a mim própria. Para além disso, já desafiei também, não teria sentido negar-me a um.

Mas, pelo amor da santa, com jeitinho, vejam lá os temas, tá?

 
A Isabel escreve aqui
 

Pré-desafio #10 - Coiso

05
Set19

O que é que me levou a participar no desafio dos Pássaros? Essa história é muito longa. Sei lá… o facto de ser um deles ajudou. Outra coisa que também ajudou foi que eu não bato bem da cabeça, bato o meio dia antes das 11, não jogo com o baralho todo… chamem-lhe o que quiserem. Sou maluquinho.

Comecemos por assumir que eu gosto de me meter em coisas que a minha vida profissional (supostamente) não me permite completar só porque é giro lutar contra as probabilidades. Porque desde que eu entrei na faculdade, é exactamente isso que tenho feito. Lutar contra as probabilidades. Tenho-me esforçado para, bem ou mal, levar a minha adiante.

Comecei por pagar a minha faculdade arranjando um emprego. E com isso tornei-me o primeiro filho dos meus pais a terminar o curso. Mesmo sendo o mais novo. Mas esse emprego não correu maravilhosamente… Depois fui despedido do emprego a seguir. E no outro a seguir também bati de frente com a minha primeira chefe. Até encontrar algum sucesso com o meu segundo chefe, de quem ainda sou muito amigo. Quando estava para ser promovido, aceitei uma proposta mais perto de casa, mas que foi um desastre. Não fiz aquilo para o qual supostamente fui contratado e, ao fim de 9 meses, fui substituído por dois IEFP’s.

Nesta altura fiz um sim ou sopas… Ou me metia na linha ou era (mais) uma desgraça para os meus pais. E meti-me mais ou menos na linha. Entrei numa empresa de renome em todo o mundo, estive lá oito anos e foi sempre a subir. Mudei de emprego duas vezes e neste momento estou próximo do topo da carreira, ainda antes de fazer 40 anos. E sou feliz.

Então, o que é que me levou a participar no desafio dos Pássaros? Tudo.

 

O Coiso escreve aqui

 

E tu, já te inscreveste?

Segue-nos na nossa página do facebook

Pré-desafio #9 - M

05
Set19
#0 — Razões que me levaram a participar
 
  1.  Gosto de escrever;
  2.  Sou preguiçosa;
  3.  Gosto de apoiar quem arregaça as mangas;
  4.  Para ver se perco a mania de escrever em bullet points.
Portanto:
  • Vai ajudar-me a ser menos preguiçosa e a escrever;
  • Estamos a falar de menos de 400 palavras por semana, não há desculpas de falta de tempo;
  • Os temas são nos dados, novamente, não há desculpas como "não me lembrei de nada";
  • Vou ter a oportunidade de ler outras pessoas e conhecer melhor este canto;
  • Se quisermos desistir, temos que enviar um email (claro que ninguém deve vir atrás de mim, mas gosto de respeitar as regras) e enviar um email a dizer que desisti deve ser motivo suficiente para me obrigar a escrever todas as semanas, como se a minha vida dependesse disso).
Como podem ver, ainda não ajudou na questão dos bullet points, mas lá chegaremos. 
 
Agora num registo mais sério, não pensei muito no assunto, assim que ouvi falar dele, abri o email e inscrevi-me. É um desafio com pouco esforço associado, mas que pode trazer muitas vantagens. O escrever mais regularmente e o conhecer outras pessoas com gostos semelhantes são os principais motivos que me levaram a inscrever sem sequer duvidar de que seria a coisa certa. 

 

A M escreve aqui
 

Pré-desafio #8 - Pó de Arroz

05
Set19

Porquê o Desafio dos Pássaros

Destaques do Sapo. Um post com um desafio. Os desafios normalmente servem para nos tirar da nossa zona de conforto. O Desafio dos Pássaros consiste em escrever sobre um tema que nos será proposto, portanto, será sempre um fator surpresa. Pode ser um tema em me identifique… ou não e nestas situações vou ter de me superar a mim mesma. Gosto de escrever e da sensação que tenho quando estou a escrever. Quando escrevo viajo, sinto-me bem, sinto-me completa. Fico sempre surpreendida com o poder das palavras e com as diferentes emoções que podemos sentir ao lê-las. A interpretação depende sempre do momento em que nos encontramos no AGORA. A emoção que nos desperta hoje, amanha pode ser completamente diferente. Em resumo, o verdadeiro objetivo de ter aceite este desafio é o de crescer. No final, quando estiver a escrever o último texto, poder olhar para trás e ter consciência do quanto evolui e aprendi. Agradeço-vos Pássaros, por poder caminhar convosco!

 
A Pó de Arroz escreve aqui